quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Abertura oficial do Círio 2010


Abertura oficial do Círio 2010
A cerimônia contou com várias pessoas de importância no Estado e premiou as três melhores redações do Círio 2010.
Essa é maior festa do povo paraense, e os quarentões estarão nesta festa.

Mesmo sem brilhar, Brasil vence amistoso



A seleção brasileira venceu hoje a sua segunda partida sob o comando do técnico Mano Menezes. Em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, a equipe derrotou a seleção iraniana por 3 a 0, com gols marcados por Daniel Alves, Alexandre Pato e Nilmar, mas esteve longe de apresentar o mesmo desempenho do primeiro amistoso após a Copa do Mundo, quando derrotou os Estados Unidos, em agosto. A partida foi a primeira de Philippe Coutinho, Elias, Wesley, Giuliano e Réver na seleção brasileira.

Nesta quinta-feira, o técnico Mano Menezes voltou a apostar em uma formação ofensiva, com Robinho, Alexandre Pato e Phillipe Coutinho atuando mais adiantados. Melhor tecnicamente, o Brasil teve o controle da partida, mas apresentou dificuldades na armação, além de ter sofrido com o forte calor em Abu Dabi.

Assim, a equipe dirigida por Mano Menezes criou poucas oportunidades de gol, mesmo diante da fragilidade do adversário. Além disso, o sistema defensivo cometeu algumas falhas e o Brasil teve a sua meta ameaçada. O Irã teve um gol mal anulado e acertou a trave da meta defendida por Victor uma vez.

Depois de derrotar o Irã em Abu Dabi por 3 a 0, a seleção brasileira segue para o continente europeu. A equipe voltará a jogar na próxima segunda-feira, às 15h45 (horário de Brasília), contra a Ucrânia, em amistoso a ser disputado no Pride Park Stadium, em Derby, na Inglaterra.

O JOGO

Apesar da diferença técnica entre as duas equipes, o Irã não se intimidou e se lançou ao ataque no início da partida. E aos 4 minutos teve um gol anulado. Após cobrança de lateral, Gholami recebeu um passe na área e finalizou para o gol, sem chance de defesa para o goleiro Victor. O árbitro, erroneamente, marcou impedimento do atacante iraniano.

Após o susto inicial, o Brasil passou a controlar o meio-de-campo e o jogo. E abriu o placar na sua primeira chance de gol. Aos 13 minutos, o lateral-direito Daniel Alves cobrou falta de longe e colocada, com a bola passando por cima da barreira. Ela tocou na trave antes de entrar no ângulo esquerdo do gol iraniano. O gol foi especial para o jogador do Barcelona, que completou quatro anos de seleção brasileira nesta quinta-feira.

Empolgado com a vantagem, o Brasil quase ampliou o placar em boa trama ofensiva aos 16 minutos. Robinho entrou na área pela direita e passou para Alexandre Pato, que finalizou rasteiro. A bola passou pelo goleiro iraniano, mas Nosrati salvou quase em cima da linha.

O Brasil envolvia a defesa do Irã e desperdiçou mais uma chance de gol aos 20 minutos. Robinho fez linda jogada na grande área ao passar por dois defensores e finalizou, acertando a trave esquerda do Irã. No rebote, Alexandre Pato, livre, finalizou de primeira, mas para fora.

Em vantagem, o Brasil diminuiu o ritmo e passou a trocar passes no meio-de-campo no restante do primeiro tempo. Assim, mesmo com toda a diferença técnica entre as duas equipes, a seleção dirigida por Mano Menezes foi ao intervalo com uma vantagem mínima.

Como na primeira etapa, o Irã assustou o Brasil nos minutos iniciais do segundo tempo. Aos três minutos, após cobrança de falta, Nekounan aproveitou bobeada da defesa brasileira e finalizou. A bola passou por Victor e bateu na trave. Ramires, quase em cima da linha, afastou o perigo.

O Brasil deu a sua resposta ao sete minutos. Em jogada de velocidade, Robinho passou para André Santos, que cruzou rasteiro para Alexandre Pato. O atacante brasileiro chutou e o goleiro Rahmati fez boa defesa, cedendo o escanteio. O jogador do Milan voltou a dar trabalho ao goleiro iraniano aos 12 minutos, ao finalizar da entrada da área para nova defesa de Rahmati.

De tanto insistir, Alexandre Pato marcou o seu gol diante do Irã. Aos 23 minutos, Elias, que entrou no intervalo do confronto lançou o atacante na grande área. Ele chutou forte, no ângulo direito da meta iraniana e fez o segundo gol brasileiro no amistoso.

Mesmo em ritmo lento, o Brasil conseguiu criar chances de gol no final do jogo. Aos 39 minutos, André Santos avançou até a linha de fundo e cruzou para Nilmar. O atacante chutou colocado e o goleiro Rahmati evitou o gol ao fazer mais uma boa defesa. E o terceiro gol brasileiro saiu aos 46 minutos em nova trama dos dois jogadores. André Santos cruzou e Nilmar, livre, apenas teve o trabalho de empurrar a bola para as redes.

FICHA TÉCNICA

Brasil 3 x 0 Irã

Brasil - Victor; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva (Réver) e André Santos; Lucas (Wesley), Ramires (Sandro), Carlos Eduardo (Giuliano) e Philippe Coutinho (Elias); Robinho (Nilmar) e Alexandre Pato. Técnico: Mano Menezes.

Irã - Rahmati; Saifi, Heydari, Hosseini e Nosrati; Timotian, Nouri (Milad), Nekounan e Shojaei (Bagher); Gholami (Fard) e Zanidpour (Mobali). Técnico: Afshin Ghotbi.

Gol - Daniel Alves, aos 13 minutos do primeiro tempo; Alexandre Pato, aos 23, e Nilmar, aos 46 minutos do segundo tempo.